Precisamos construir novas estratégias de desenvolvimento para superar o consumismo desenfreado e garantir o acesso democrático a ambientes saudáveis, gerando empregos de qualidade, aumentando a renda e o bem-estar da população. Isto é possível, valorizando e aproveitando a riqueza natural do Brasil, desde que saibamos explorar os recursos sem degradá-los.
A degradação ambiental, ou a exploração irresponsável de recursos naturais tem um preço muito alto para o país, no presente e no futuro. Áreas contaminadas, rios mortos, solos exauridos e frágeis, enchentes, deslizamentos de terra e outros desastres, em geral, penalizam as populações mais pobres de forma mais dura.
Esta é uma pauta na qual atuei de diversas formas. Membro ativo da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável desde o início do meu mandato, em 2017 assumi a presidência desta Comissão. 
Na relação com meus colegas na Câmara, coordenei o Núcleo de Meio Ambiente da bancada do PT e participei da Frente Parlamentar Ambientalista.
Em 2015, apresentei emendas ao Plano Plurianual (2016-2019) e à LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para ampliação de programas e investimentos em energia renovável; restauração florestal com geração de trabalho e renda para agricultura familiar e populações tradicionais; expansão da agricultura sustentável; e para limitar o uso de agrotóxicos no país.
Contribuímos para a regulamentação da profissão de Gestor Ambiental. Fui relator do projeto (PL 2664/2011), e construí o substitutivo a partir do diálogo com representantes da categoria, que foi aprovado na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.
Aprovamos relatório ao Projeto de Lei que regulamenta a profissão de na. 
Aprovamos na CMADS relatório favorável ao Projeto de lei que incentiva a criação de novas Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPN), e dá segurança jurídica às que já existem. (PL 1548/2015)
Fiz relatório favorável à criação do Fundo Nacional de Educação Ambiental para aumentar os recursos para esta área. Também apoiei, com recursos de emenda parlamentar, a construção da Plataforma de monitoramento e avaliação de políticas públicas de educação ambiental.
Em 2017, fui eleito Secretário Nacional de Meio Ambiente do PT.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now